A partir do dia 13 de novembro de 2018, as tarifas de água e esgoto de Itabira terão um reajuste médio de 10,43%. O índice foi autorizado pela
Arsae-MG (Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais) e a Resolução
115/2018 foi publicada no “Minas Gerais” no dia 12/10. As alterações nas contas irão variar de acordo com as categorias (residencial, residencial tarifa social, comercial, industrial e pública), faixas de consumo e serviços (água e esgoto).


Dessa forma, o usuário residencial que possui os serviços de água e esgoto e consome 10m³ (10 mil litros) receberá uma fatura mensal de R$ 47,02, o que representa um acréscimo de R$ 2,47. Já o consumidor enquadrado na Tarifa Social, com os mesmos serviços e o mesmo perfil de consumo, pagará R$ 23,61, o que significa uma redução de 50% com relação ao residencial normal.  


A Arsae-MG ressalta que os valores levam em consideração a capacidade de pagamento da população de Itabira, ou seja, os moradores da cidade não irão comprometer mais que 3% (valor estabelecido pela ONU) da renda domiciliar familiar com o pagamento das faturas de água e esgoto.
A Agência Reguladora informa ainda que o reajuste tarifário anual foi calculado e autorizado a pedido do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) de Itabira e tem o objetivo de recompor o nível de receita real do prestador de acordo com a variação de custos como energia elétrica, pessoal, entre outros, causada pela inflação.


A Nota Técnica que detalha o cálculo está disponível no site www.arsae.mg.gov.br na seção Tarifas > Reajustes Tarifários > SAAE Itabira.